TCE ABRIL 16 A 22/04
Menu
terça, 20 de abril de 2021
COVID CONFLITO
Geral

Diretor de Emergências da ONU diz que Brasil deve sofrer '4ª onda' da covid-19

Ele elogiou o sistema público de saúde brasileiro e diz que 'qualquer relaxamento é perigoso'

26 fevereiro 2021 - 21h17Por Thiago de Souza

Mike Ryan, diretor-executivo de Emergências da Organização das Nações Unidas, lamentou, nesta sexta-feira (26), que o Brasil enfrente uma nova onda de casos e mortes por covid-19. 

"...é uma tragédia que o Brasil esteja enfrentando isso de novo...’’, lamentou Ryan. 

O executivo da ONU elogiou o sistema público de saúde brasileiro, além das ações dos estados para conter a doença. No entanto,  afirmou que é urgente o país controlar a transmissão em nível comunitário. 

"Não houve um ponto do país que não tenha sido afetado de forma grave pela pandemia", disse.

Alerta continua 

A situação de piora no Brasil, reflete Ryan, serve como lição para mostrar ao mundo que a pandemia não acabou. 

‘’...qualquer relaxamento é perigoso", afirmou

A fala do diretor-executivo da OMS ocorreu no mesmo dia em que o presidente Jair Bolsonaro, em visita ao Ceará nesta sexta, criticou estados que estão adotando medidas mais rígidas para restringir a circulação de pessoas diante do avanço da Covid-19.

"Esses que fecham tudo e destroem empregos estão na contramão daquilo que seu povo quer. Não me critiquem, vão para o meio do povo mesmo depois das eleições”, afirmou Bolsonaro à uma aglomeração que se formou por causa da sua presença na cidade de Tinguá (CE).