TCE ABRIL 16 A 22/04
Menu
quarta, 21 de abril de 2021
COVID CONFLITO
VERGONHA

Esposa de Daniel Silveira recebeu quatro parcelas do auxílio emergencial

Marido dela recebe R$ 33 mil por mês e está preso por ordem do STF

26 fevereiro 2021 - 17h40Por Thiago de Souza

Paola da Silva Daniel, esposa do deputado Daniel Silveira, que hoje está preso, recebeu parcelas do auxílio emergencial, destinado a pessoas de baixa renda durante a pandemia da covid-19. 

A informação foi revelada pelo Jornal O Globo, nesta sexta-feira (26). 

Além do fato dela ser esposa de um parlamentar federal, que recebe R$ 33.763, rigorosamente em dia, Paola é funcionária comissionada do Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro, sendo que foi contratada em outubro do ano passado e tem salário de cerca de R$ 5.600. 

Conforme a publicação, que obteve registros dela na Caixa Econômica Federal, a mulher do deputado fez três pedidos pelo auxílio emergencial em 2020: dois em abril e um em junho. Sendo assim, foram creditadas no programa cinco parcelas de R$ 600 e duas de R$ 300. Dessas, diz o Globo, a servidora teria recebido quatro - duas de R$ 600 e duas de R$ 300, totalizando R$ 1.800. 

Perguntada pelo jornal, Paola disse que está tentando devolver as parcelas que considera indevidas, segundo ela a de novembro. Ela também destaca que não recebeu parcela de dezembro. 

Ainda segundo a servidora, ela preencheu todos os requisitos exigidos pelo programa e teve o auxílio liberado. 

‘’Moro em Petrópolis e precisava do dinheiro para custear minha despesa até meu local de trabalho. Após meu primeiro vencimento, procurei uma maneira de devolver essa última parcela [de novembro]’’, garante Paola, que alega que o processo de devolução é extremamente burocrático. 

‘’No mais, fiz tudo dentro da legalidade”, acrescentou e concluiu.