TCE MAIO
(67) 99826-0686

Estudante de terno finge ser chefe e come de graça um ano em fast food

A rede de lanchonetes nega a história, colocando ainda mais lenha na fogueira

16 MAI 2019
Da redação/Portal R7
07h30min
Foto: Reprodução/Portal R7

Uma história ainda não totalmente confirmada afirmou que um estudante universitário de 27 anos comeu de graça por um ano em unidades do KFC na África do Sul. Para isso, ele se associou com um amigo motorista de limousine e fez uma credencial que imita a identificação de funcionários da empresa, que era apresentada em restaurantes, onde ele se passava por um "chefe de controle de qualidade".

Segundo as informações, ele visitava restaurantes da franquia ao redor de Durban, uma cidade portuária no leste do país, até ser preso na última segunda-feira (13), dizia ser responsável local pelo controle de qualidade dos alimentos e comia as refeições sem pagar. O golpe durou "um ou dois anos" e na internet, o ousado "funcionário" se tornou uma "lenda", recebendo elogios em tweets de respostas a publicações da notícia.

Mas a história está sob forte suspeita, apesar de ter sido publicada em jornais confiáveis do país. Tudo porque a administração do KFC na África do Sul disse que a história é falsa, além do fato do tal jovem não ter tido o nome divulgado ou confirmação de um órgão policial que o tenha prendido. No Twitter, a empresa afirmou que a história é totalmente falsa. Se levar em conta que o KFC é a parte interessada em negar a história, vamos aguardar o desenrolar dos fatos para mais informações.

Veja também