Menu
Busca domingo, 17 de novembro de 2019
Geral

‘Eu não tenho nada’, diz venezuelana que pede emprego em sinaleiro

Ela chegou ao Brasil este mês e está em busca de oportunidade de trabalho

16 junho 2019 - 15h37Por Maressa Mendonça

‘Eu não tenho nada, meus filhos não têm nem roupa’. A declaração é da venezuelana Clara Hernandes, de 43 anos, que chegou em Campo Grande neste mês fugindo da crise do país de origem e em busca de uma oportunidade de emprego.

Clara conta que chegou à cidade acompanhada das três filhas de 15,12 e 6 anos. “Quero trabalhar”,diz, sem especificar a área porque a necessidade é  grande. Ela conta que está morando na casa de amigos na região das Moreninhas, mas, tem prazo para deixar o local e ainda não sabe para onde vai.

Em conversa com a reportagem do TopMídiaNews, ela lembrou da Crise na Venezuela. “Não tem nada ali”, mas, reforçou que a situação no Brasil também não está fácil. “Precisamos de cama, geladeira, fogão. Precisamos de ajuda”, finalizou.

Quem quiser entrar em contato com Clara pode ligar para o número (95) 9118-6569.