TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
sexta, 01 de julho de 2022 Campo Grande/MS
Geral

Família diz que criança morreu após levar agulhada no pescoço

Era para a menina tomar soro na veia

15 abril 2020 - 08h59Por Dany Nascimento

A família de Ana Manoella Pereira Capela dos Anjos, 2 anos, afirma que a criança deu entrada brincando em uma unidade de saúde de Santos, no litoral de São Paulo, e morreu minutos depois.

De acordo com o G1, o tio de Ana Manoella, o auxiliar de segurança patrimonial Clécio Pereira Capela, de 35 anos, declarou que a menina começou a passar mal na noite da última segunda-feira (14). Ele conta que a menina evacuava apenas líquido e que não conseguia ingerir qualquer alimento. Por essa razão, a mãe decidiu levá-la ao médico.

A mãe disse aos familiares que a menina foi tomar soro, quando a equipe médica decidiu perfurar o pescoço da criança, após não conseguir acesso na veia dos braços.

"Eles furavam e não conseguiam achar a veia nos braços dela, então decidiram furar o pescoço. Na mesma hora, a Manoella começou a vomitar sangue, tiraram ela dos braços da mãe e levaram para a emergência. Pouco tempo depois, avisaram que ela tinha morrido", contou o tio.