TJ BANNER JUNHO 2022
TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
sábado, 25 de junho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
Geral

Fumaça de queimada no Pantanal invade Corumbá e moradora lamenta: 'onde vamos parar?'

Ela deixou toalhas molhadas e encheu baldes com água em casa

27 julho 2020 - 16h37Por Thiago de Souza

A fumaça das queimadas no Pantanal tomaram conta da zona urbana de Corumbá, nesta segunda-feira (27). Uma moradora disse não saber mais o que fazer e o problema piorou com a queda de fuligem.

As queimadas na região ocorrem há cerca de uma semana, no entanto, no final de semana a fumaça não estava tão intensa na cidade. 
Dilze Silva, 57 anos, disse que espalhou baldes de água por toda a casa, além de deixar toalhas molhadas nos quartos. Mas ainda sim a situação é crítica, disse ao Diário Corumbaense.  

"Está insuportável, e agora além da fumaça, a fuligem, que suja tudo. Onde vamos parar, meu Deus?’’, perguntou Silva. 

Os focos de incêndio no Pantanal são combatidos por militares e brigadistas. Aeronaves da Marinha e do Exército ajudam a transportar os combatentes até as áreas com mais focos. 

Um C-130 Hércules, com capacidade de lançamento de até 12 mil litros de água, também já está em Mato Grosso do Sul, fez na manhã desta segunda-feira o primeiro lançamento. Nesta tarde, estão previstos mais dois. A base dessa aeronave é em Campo Grande, de onde ela parte para o pantanal. 

Secura total

Em Corumbá já são 32 dias sem chuva, conforme o meteorologista Natálio Abrahão, da estação meteorológica da Uniderp, em Campo Grande. O prognóstico é de sol para os próximos dias, com pouca nuvem e sem chuva até o dia 10 de agosto no Estado.