Menu
domingo, 22 de maio de 2022 Campo Grande/MS
CÂMARA MUNICIPAL MAIO 2/3 ANO
Geral

Garota de programa e mãe inventam estupro e caminhoneiro morre linchado

A mentira foi para se vingar de uma reclamação do cliente

29 outubro 2021 - 15h48Por Thiago de Souza

Mãe e filha inventaram um estupro contra duas crianças, que fez com que o caminhoneiro Miguel Inácio Santos Filho, 49 anos, fosse linchado até à morte, em Serra (ES). O caso ocorreu no começo de junho deste ano.

Segundo o UOL, Bruna Hoffman, 26 anos, é garota de programa e transou com o caminhoneiro. No dia seguinte, ele foi até a casa de dela, reclamar que havia pago um valor maior no programa sexual. 

Ainda segundo a investigação, o caminhoneiro chamou a prostituta para fora e atacou uma pedra na janela da casa. Porém, naquele momento, só estava a mãe de Bruna, Lucineia Pereira da Silva, 50 anos. 

Miguel Inácio e Lucineia discutiam, quando Bruna chegou, pegou um pedaço de pau e foi em direção do caminhoneiro. A prostituta  conta que tentou alcançá-lo, mas quando viu que ele fugiu, gritou que ele havia estuprado duas crianças. 

O caminhoneiro foi atacado por dez pessoas, com socos, pedaços de madeira e golpes de enxada. Bruna e Lucinéia também participaram do linchamento. 

‘’A vítima era um homem inocente e trabalhador. Não houve estupro’’, disse a Polícia Civil. A investigação continua para revelar outros participantes do linchamento. 

Bruna e a mãe foram presas dia 22 de setembro são rés por homicídio duplamente qualificado.