TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
sábado, 02 de julho de 2022 Campo Grande/MS
Geral

Gilmar Mendes defende soltura de presos durante a pandemia: 'questão de saúde pública'

Sérgio Moro é contra e contabiliza 30 mil presos soltos Brasil afora

08 abril 2020 - 18h39Por Thiago de Souza

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, defendeu a soltura de presos durante a pandemia do novo coronavírus no Brasil. Mendes destacou, nesta quarta-feira (8), que essa é uma ''questão de saúde pública'', por isso a necessidade de relaxar as prisões. 

Em entrevista dada ao UOL, o ministro do STF disse que é preciso analisar as condições dos presos que pertencem ao grupo de risco da Covid-19. Ao falar do assunto o ministro também defendeu a recomendação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) de conceder habeas corpus para esse infratores que são mais vulneráveis neste momento.

''Em alguns casos, se trata de uma medida de saúde pública”, disse o ministro. ''Os presos dos regimes semiaberto e aberto são naturalmente mais suscetíveis à contaminação. É preciso olhar isso com muita cautela e seguir as orientações do CNJ'', disse.