Menu
domingo, 09 de agosto de 2020
Linha de frente - compet
Geral

Governadores erguem 'bandeira da paz' em videoconferência com Bolsonaro

João Dória classificou encontro como 'histórico'

21 maio 2020 - 19h17Por Thiago de Souza

Governadores que participaram da videoconferência com o presidente Jair Bolsonaro, nesta quinta-feira (21), adotaram tom conciliador com o chefe do executivo. O presidente prometeu sancionar ajuda econômica aos estados e pediu apoio para que o Congresso mantenha o veto no que diz respeito ao reajuste dos servidores. 

Horas após a reunião virtual, o governador de São Paulo, João Dória (PSDB), disse que a conversa foi 'histórica'. 

''Até a imprensa tinha dúvidas se iria ser uma conversa pacífica...Foi um encontro positivo, convergente, sem ataques, diferenças ou antagonismo. O resultado refletiu até na Bolsa de Valores'', refletiu o governador paulista. 

Jair Bolsonaro prometeu sancionar a ajuda aos estado já nesta sexta-feira (22). No encontro também estavam os presidentes do Senado, Davi Alcolumbre e Rodrigo Maia, da Câmara, ambos do DEM. A eles e aos governadores, Bolsonaro pediu apoio para que o veto no ponto que trata de reajuste salarial de servidores seja mantido. 

Além dos chefes estaduais, participam do encontro virtual, segundo a agenda divulgada pelo Palácio do Planalto, os ministros: Paulo Guedes (Economia), Fernando Azevedo (Defesa), Braga Netto (Casa Civil), Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo), Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional) e Jorge Oliveira (Secretaria-Geral).

Leia Também

Brasil registra 572 novas mortes por covid-19 em 24 horas
Saúde
Brasil registra 572 novas mortes por covid-19 em 24 horas
Dia dos Pais: ‘Ramão véio’ é lenda viva na família Santa Cruz
Algo mais
Dia dos Pais: ‘Ramão véio’ é lenda viva na família Santa Cruz
Brasil tem 572 mortes por covid em 24 horas e total vai a 101.049 neste domingo
Geral
Brasil tem 572 mortes por covid em 24 horas e total vai a 101.049 neste domingo
Baiano, o 'pipoqueiro do Auxiliadora', perde a luta contra a covid aos 89 anos
In Memoriam
Baiano, o 'pipoqueiro do Auxiliadora', perde a luta contra a covid aos 89 anos