Menu
sábado, 16 de janeiro de 2021
Geral

Grupo do Senado sinaliza apoio e Simone Tebet ganha força para disputar presidência

Senador Jorge Kajuru avaliou desistir da candidatura e apoiar a senadora por MS

11 janeiro 2021 - 20h11Por Thiago de Souza

A senadora Simone Tebet, MDB, anunciou, nesta segunda-feira (11), que recebeu uma menção de apoio do Muda Senado, um grupo formado por pelo menos quatro partidos na Casa de Leis. Com isso, a parlamentar aumenta suas chances de concorrer e vencer as eleições pela presidência do Senado Federal. 

Conforme a própria parlamentar destacou, ela conversou com partidos como o Podemos, PSDB, PSD, PSL e Rede, além do Cidadania. Ela teria ouvido que, em caso do MDB a escolher como candidata, poderiam apoiar a candidatura dela. 

“Ontem mesmo [domingo] eu falei com o senador Jorge Kajuru, e ele disse que, se meu nome fosse escolhido, não tinha problema de repensar a candidatura dele e abrir mão de uma candidatura para me apoiar”. 

Adversários

A uma rádio local, Simone comentou sobre o apoio que um dos pré-candidatos, Rodrigo Pacheco, do DEM, tem recebido do presidente Jair Bolsonaro e do atual presidente do Senado, Davi Alcolumbre. No entanto, ela não vê problemas em relação a essa questão. 

“Não vejo nenhum veto do presidente da república em relação a nenhum nome do MDB, justamente por não ter um candidato oficial”, refletiu Tebet. 

Conforme divulgou a assessoria da parlamentar, a decisão do MDB deve sair até o final da semana. Estão no páreo dentro da bancada do partido, além de Simone, o líder do MDB no Senado, Eduardo Braga. Ainda segundo a equipes da senadora, nesta terça-feira (12), outros dois senadores passam a integrar a bancada, aumentando para 15 o número de integrantes. O MDB é o maior partido do Senado e pelo critério da proporcionalidade partidária, deveria comandar a Casa.