TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
sexta, 01 de julho de 2022 Campo Grande/MS
Geral

Mandetta se diz de 'centro democrático' e chapa com Moro 'pode acontecer' em 2022

Ele pretende ser alternativa à polarização política atual

27 junho 2020 - 13h30Por Thiago de Souza

O ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM), disse ao TopMídiaNews que uma chapa presidencial dele com outro ex-ministro, Sérgio Moro, em 2022, ‘pode acontecer’. 

Mandetta, quando questionado sobre seu posicionamento ideológico, se classificou como ‘’centro democrático sem polarização de vanguarda e pró-Brasil’’. 

Chances

Duas semanas após ser demitido do comando da Saúde do governo Bolsonaro, o ex-secretário de Saúde de Campo Grande apareceu relativamente bem em uma pesquisa do Paraná Pesquisas, divulgada em 2 de maio.

Na ocasião, o nome do sul-mato-grossense apareceu com 6,8% das intenções de voto, no mesmo nível que outras figuras políticas que já acenavam para uma candidatura presidencial, como João Dória (PSDB) e João Amoêdo, no NOVO. 

Na mesma sondagem, Mandetta ficou à frente de Wilson Witzel, com 1,1% e de Flávio Dino (PC do B), com 1,4%. 

Moro

No entanto, em nenhum momento Mandetta esclareceu quem seria o candidato à vice-presidência, ele ou Sérgio Moro. 

Apesar de se colocar como uma alternativa ante a polarização e radicalismo políticos que o país vive, tanto o democrata quanto Sérgio Moro têm criticado com frequência e com muita ênfase o presidente Jair Bolsonaro, sobretudo nas redes sociais.