Menu
sábado, 23 de outubro de 2021 Campo Grande/MS
Geral

MC Livinho diz que já se desculpou com vítima de assédio

'Ela está me transformando em uma pessoa que eu não sou', disse o funkeiro sobre dançarina

03 junho 2020 - 08h40Por Dany Nascimento

Após ser acusado de racismo e assédio pela dançarina e modelo Raielli Leon, mais conhecida como Ray, MC Livinho se pronunciou nas redes sociais, na madrugada desta quarta-feira (3).

O funkeiro entrou ao vivo no Instagram, demonstrando estar indignado com as acusações.

“Vacilão é o c@r*lh0. Eu sou homem e arco com as minhas responsabilidades. Para meus fãs, está aí eu me retratando e pedindo para vocês terem compressão e entenderem o que aconteceu. Querem dar fama para a mina? Dá fama para a mina. Mas por que a mina não está levantando a bandeira do movimento dela, ela está jogando uma situação que já foi resolvida? Só me responde isso", declarou ele, falando sobre o movimento "Vidas Pretas Importam", que dominou a web.

Ele afirma que já se desculpou com Ray sobre o ocorrido. “Eu relevo muitas situações, mas quando chega a um ponto extremo de preconceito, de racismo, eu não consigo. As desculpas foram pedidas no dia. Fui pedir desculpa, pedir perdão. Eu já pedi desculpa no primeiro momento. Teve a brincadeira, sim, me retratei na hora, ela não aceitou. Não falei nada além. Ela está levantando coisas sobre mim que eu não falei, me transformando numa pessoa que eu não sou. Não sou culpado, me retratei", afirmou ele.