Menu
domingo, 20 de setembro de 2020
Geral

Médico acusado de pedofilia e abuso contra 100 pacientes é solto

Polícia Civil descobriu que o médico fazia vídeos das mulheres durante exames ginecológicos

12 abril 2019 - 11h01Por R7

Um médico de 36 anos suspeito de pedofilia e abuso sexual contra mais de 100 pacientes, entre adultos, crianças e adolescentes, em Belo Horizonte, Minas Gerais,  foi solto no início do mês.

A informação foi confirmada pela Seap (Secretaria de Estado de Administração Prisional) nesta sexta-feira (12).

Ele estava preso na Penitenciária José Martinho Drumond, em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de BH, desde fevereiro deste ano.

Em outubro do ano passado, a Polícia Civil descobriu que o médico fazia vídeos das mulheres durante exames ginecológicos e teria cometido abuso sexual contra uma delas.

Na casa do médico, os investigadores apreenderam câmeras e outros equipamentos que continham conteúdo com pornografia infantil.

A reportagem tenta contato com a defesa do médico.

Leia Também

Após casal gay andar de mãos dadas, vizinho envia bilhete: “Local de família”
Polícia
Após casal gay andar de mãos dadas, vizinho envia bilhete: “Local de família”
STF discute situação do meio ambiente nesta segunda-feira
Geral
STF discute situação do meio ambiente nesta segunda-feira
Com situação precária, Funai usa dinheiro da covid pra comprar alimentos em MS
CORONAVÍRUS
Com situação precária, Funai usa dinheiro da covid pra comprar alimentos em MS
Adolescente fica ferido em acidente com carro e moto
Interior
Adolescente fica ferido em acidente com carro e moto