TCE 27/10 a 29/10
Menu
quinta, 28 de outubro de 2021 Campo Grande/MS
Geral

Mercado cobra R$ 5 o quilo do osso e moradora lamenta pelos pobres

Caso ocorreu no Distrito Federal e revela crise econômica do País

14 outubro 2021 - 16h11Por Thiago de Souza

Supermercado de Taguatinga, do Distrito Federal, vende ossos bovinos por R$ 5 o quilo. A cena indignou uma cliente, que lamentou o fato de moradores de rua não terem dinheiro para comprar o corte, que tido como um ‘’subproduto’’ do gado. 

“Minha mãe comprou para fazer um caldo, porque tem dentro uma parte muito nutritiva, depois ia dar ao cachorro. Fiquei triste e  me senti na pele e quem passa fome e pede doação desses ossos’’, desabafa a cliente, que não quis se identificar. 

Ainda segundo a cliente, os 2,6 kg de ossos custaram R$ 13, diz o R7. 

O Procon do Distrito Federal lamentou a situação, através de nota, onde a venda de ossos se tornou realidade. 

“O instituto está editando uma recomendação administrativa no sentido de evitar a prática na capital do país, e conscientiza mercados, supermercados e açougues sobre a importância da doação desses subprodutos alimentício’’, diz trecho do comunicado do órgão. 

Ainda segundo a entidade, o órgão vem realizando reuniões técnicas para que esse cenário deixe de existir ‘’, que ossos e carcaças de peixes sejam apenas doadas ao consumidor final, em observância ao artigo 4.º, inciso I, do Código de Defesa do Consumidor”, diz outro trecho do texto. 

O R7 fez contato com o supermercado, mas não teve retorno.