SOLURB JULHO 4

quinta, 18 de julho de 2024

Busca

quinta, 18 de julho de 2024

Link WhatsApp

Entre em nosso grupo

2

WhatsApp Top Mídia News
Geral

há 4 semanas

Mulher morta em tiroteio escreveu ao marido: 'meu par pra vida toda'

Deborah Vilas Boas Piras da Silva, de 27 anos, compartilhava nas redes sociais momentos felizes e declarações para a família

Deborah Vilas Boas da Silva, de 27 anos, morreu na manhã desta terça-feira (18/6) com um tiro na testa, durante um tiroteio entre policiais e criminosos. A mulher estava em um ponto de ônibus por volta das 6h quando os criminosos tentaram roubar uma moto e se depararam com policiais do 22°Batalhão de Polícia Militar.

A mulher havia acabado de tomar café e estava a caminho do trabalho quando foi atingida. Deborah morava em Brás de Pina, na Zona Norte do Rio de Janeiro, e trabalhava na Barra da Tijuca. O marido, Wallace Souza, a deixou no ponto de ônibus na entrada da Linha Amarela, onde ela pegaria o coletivo da linha 315. Ao chegar no trabalho, o companheiro soube da morte.

Chegando ao local, o homem ficou aos prantos e foi consolado.

Deborah tinha recentemente voltado a trabalhar após a licença-maternidade. Ela deixa uma bebê, chamada Maria Alice, hoje com sete meses.

A mulher era engenheira de produção. Em 2022, ela comemorou a conclusão do curso de Engenharia de Produção pela Universidade Candido Mendes.

Nas redes sociais, Deborah fazia declarações para o marido, além de compartilhar fotos durante a gravidez e das comemorações de meses da filha.

Em uma publicação ainda grávida e com o marido na foto, a mulher demonstra admiração pela família. “Que sorte a minha ter meus dois amores nessas fotos. Tenho total certeza que nada supera o amor que estamos sentindo nesse momento lindo! Amo vocês”, escreveu.

Em uma foto de 2021, o marido Wallace comemora o aniversário da esposa. “Uma mulher que por onde passa é luz, contagia as pessoas, que sempre está disposta a ajudar, que tem um coração gigantesco. Tenho certeza que você vai conquistar tudo o que almeja e que eu estarei ao seu lado para te aplaudir. Conte sempre comigo”, diz.

Em outra foto ao lado do marido, Deborah escreve na legenda “Meu par para vida toda”.

Caso

Duas pessoas morreram na manhã desta terça-feira (18/6) após troca de tiros entre criminosos e policiais durante uma tentativa de assalto na Linha Amarela, no Rio de Janeiro.

As vítimas são Deborah Vilas Boas Piras da Silva, de 27 anos, que estava em um ponto de ônibus, e José Carlos Miranda, de 64 anos, que se encontrava dentro de um coletivo da Linha 315 (Central do Brasil x Recreio). Os dois morreram na hora.

Uma terceira pessoa ficou ferida, foi socorrida por uma equipe da Linha Amarela S/A (Lamsa) e encaminhada, com vida, para o Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier. Não há informações sobre o estado de saúde.

Loading

Carregando Comentários...

Veja também

Ver Mais notícias
AMIGOS DA CIDADE MORENA ABRIL NOVEMBRO