Menu
quinta, 25 de fevereiro de 2021
Geral

Número de mortos chega a 115 e 248 estão desaparecidos em Brumadinho

Corpo de Bombeiros informou que chances de encontrar sobreviventes diminuíram

01 fevereiro 2019 - 19h31Por Thiago de Souza

Aumentou para 115 o número de mortos na tragédia do rompimento da barragem do Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG). A atualização foi feita pela Defesa Civil de Minas Gerais. 248 pessoas seguem desaparecidas.

Ainda conforme o órgão, do total de óbitos confirmados, 71 corpos já foram identificados pelas famílias.
O porta-voz do Corpo de Bombeiros, Pedro Aihara, avaliou que o ritmo de identificação dos corpos deve diminuir. A partir de agora, o trabalho fica mais complexo por se tratar de vestígios de mais difícil acesso abaixo da lama.

''Agora os trabalhos são mais delicados, de escavação. É necessário fazer toda a nivelação do solo. E mesmo com o corpo encontrado, por conta da decomposição é necessário um trabalho minucioso'', explicou.

Vídeo

Conforme a Agência Brasil, questionado sobre as imagens divulgadas apenas hoje mostrando o curso da lama após o rompimento da barragem, o porta-voz do Corpo de Bombeiros, Pedro Aihara, afirmou que o comando unificado integrado pelas diversas corporações envolvidas nas buscas já tinha conhecimento dos vídeos.

Contudo, optou por não torná-las públicas pelo receio do impacto delas caso houvesse alerta de risco de uma nova tragédia em outras barragens.

“A decisão de não divulgar as imagens é decisão que visou sobretudo a garantia do bem estar da população e o não ocasionamento do pânico geral. Passamos para Vale e Polícia Civil investigar o vazamento das imagens”, explicou o porta-voz.