Menu
quinta, 22 de outubro de 2020
Geral

Pais cobram R$ 180 mil por Flávio Bolsonaro usar foto de crianças em protesto

Senador usou as imagens nas redes sociais dele

29 setembro 2020 - 14h48Por Thiago de Souza

Pais de duas crianças, de oito e onze anos, entraram na Justiça para pedir indenização de R$ 180 mil de Flávio Bolsonaro. A família, que vive no Rio de Janeiro, alega que o senador usou a foto das crianças em um protesto contra o atual presidente, onde elas aparecem com o rosto pintado com ‘’Ele Não’’, sem autorização prévia. 

Conforme o Metrópoles, Flávio usou a foto das crianças em uma rede social dele, com a seguinte mensagem: 

“No dia que seu filho se tornar militante contra a fé, porque foi doutrinado da escola ou na universidade, tendo sua mente sequestrada pelo marxismo cultural, você entenderá que a luta não era por um presidente, mas por um Brasil livre”, escreveu Flávio. 

A família diz ter enviado uma notificação extrajudicial para o senador, em julho, mas não teve resposta e entrou na Justiça, no dia 21 de setembro. 
Ainda segundo o Metrópoles, a defesa da família justificou o processo judicial. Na ocasião da foto, as crianças e os pais participavam de um ato na Cinelândia, em 2018. 

‘’Em progressão geométrica, o assunto ganhou repercussão viral, como é característico das redes sociais, causando profundos — e talvez irreversíveis — danos à imagem, reputação e honra das crianças e da família”, escreveu a defesa do casal. 

 

Leia Também

Cassems realiza assembleias para prestação de contas e mudanças no estatuto na segunda-feira
Saúde
Cassems realiza assembleias para prestação de contas e mudanças no estatuto na segunda-feira
Dono de chácara preso por acorrentar cachorro paga fiança e está em liberdade
Polícia
Dono de chácara preso por acorrentar cachorro paga fiança e está em liberdade
Vítima da covid-19, adolescente de 15 anos pode ter desenvolvido síndrome rara
CORONAVÍRUS
Vítima da covid-19, adolescente de 15 anos pode ter desenvolvido síndrome rara
Em Campo Grande, terminais voltam a funcionar em horário normal
Cidade Morena
Em Campo Grande, terminais voltam a funcionar em horário normal