tjms 18/01 a21/01/2021
Menu
segunda, 18 de janeiro de 2021
Covid 18/01 a 24/01
Geral

Plano do Governo prioriza idosos, presos e indígenas na vacina contra a covid

Início das aplicações deve ocorrer no primeiro trimestre de 2021

01 dezembro 2020 - 20h18Por Thiago de Souza

Versão preliminar do plano de imunização contra a covid-19, do Ministério da Saúde, prioriza indígenas, presidiários e idosos na vacinação contra a doença. O projeto tem quatro fases e prevê vacinar 109 milhões de pessoas a partir do primeiro trimestre de 2021. 

A informação foi divulgada nesta terça-feira (1º), de acordo com Arnaldo de Medeiros, secretário de Vigilância em Saúde. Também serão contemplados os profissionais da saúde, segurança pública e professores. 

Medeiros não descarta nenhuma vacina no plano, mas pontua que a Coronavac e a vacina de Oxford estão mais adiantadas. A versão final do projeto não tem dada para ser divulgada, pois depende ainda da disponibilização dos imunizantes. 

Segundo o UOL, os trabalhadores da saúde devem ser os primeiros a ser vacinados, seguidos pelos idosos acima de 75 anos ou a partir de 60 anos que vivem em asilos e instituições psiquiátricas. Depois, na terceira fase, vem a população indígena e, na quarta, os professores, as forças de segurança e os presos. 

Ainda segundo o site, a expectativa do órgão é começar a vacinar a população, seguindo a ordem de prioridade, a partir do primeiro trimestre de 2021.