TCE JUNHO 2022
TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
terça, 28 de junho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
Geral

Planos de saúde cancelam cirurgias eletivas e deixam leitos para vítimas do coronavírus

Sírio Libanês está com 12% de sua capacidade com pacientes suspeitos ou confirmados da doença

20 março 2020 - 22h17Por Thiago de Souza

Os principais planos de saúde do Brasil estão cancelando autorizações para cirurgias que não se enquadram em casos de urgência e emergência. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (20) e a medida visa deixar leitos para pacientes graves do coronavírus. 

Exames também tem os pedidos cancelados ou suspensos pelas empresas. Uma delas, a Amil, disse que tem tomado essas medidas a partir de orientações do Ministério da Saúde. 

Segundo a Folha de São Paulo, para as autorizações já concedidas, a operadora orienta que os hospitais avaliem com os pacientes a possibilidade de adiamento do procedimento. 

A Notredame, outra operadora, também suspendeu autorizações para cirurgias eletivas e pede que seus conveniados evitem ir aos hospitais e prontos-socorros. 

Nesta sexta-feira, o Hospital Sírio Libanês fazia menos da metade de suas cirurgias diárias. 12% de sua capacidade está ocupada por pacientes com suspeita ou confirmação de coronavírus. 

A presidência da Central Nacional Unimed seguiu os procedimentos adotados pelas demais operadoras.