Menu
sexta, 22 de janeiro de 2021
Covid 18/01 a 24/01
Geral

Preso por ataque a banco em Criciúma já tentou soltar Marcola da cadeia

''Buda'' é um dos nove presos que promoveram ''noite de terror'' na cidade catarinense

03 dezembro 2020 - 18h36Por Thiago de Souza

A Polícia Civil do Rio Grande do Sul prendeu, Márcio Geraldo Alves Ferreira, conhecido como ‘’Buda’’, nesta quinta-feira (3), em Gramado. Ele participou do assalto a banco em Criciúma (SC), no dia 1º, e já atuou na tentativa de fuga de Marcos Willians Herbas Camacho, o Marcola – líder do PCC, da cadeia.

Buda é um dos nove presos responsáveis pela ‘’noite de terror’’ em Criciúma. Ele e o grupo estavam fortemente armados e na ação houve troca de tiros. Reféns foram usados como escudo durante o ataque. 
 
Segundo o G1, a Polícia Civil apurou que 30 pessoas encapuzadas participaram da invasão ao prédio, bem como do bloqueio de ruas nas proximidades da agência bancária, na intenção de “blindar o local” durante o roubo.
Batalhões de outros municípios foram acionados pela Prefeitura de Criciúma para ajudar a conter o ataque, que teve duração de aproximadamente uma hora.

Nas redes sociais, moradores da região postaram diversos vídeos e fotos mostrando reféns e pessoas cercadas nas ruas pelos bandidos. Vários pontos da localidade foram bloqueados pelos criminosos, para impedir a chegada da polícia à agência bancária enquanto o roubo acontecia.