TCE MAIO
ASSEMBLEIA MAIO DE 2022 2
Menu
quinta, 19 de maio de 2022 Campo Grande/MS
ASSEMBLEIA MAIO DE 2022
In Memoriam

'Lembrarei dos melhores momentos', filho homenageia PM morto em grave acidente

Sargento Prates, como era conhecido, recebeu inúmeras mensagens de despedidas, entre amigos, familiares e do próprio filho

07 maio 2022 - 13h47Por Vinicius Costa

Álvaro dos Santos Prates, 58 anos, sargento da Polícia Militar, morto em um grave acidente na noite de ontem (7) na Avenida Dr. Nasri Siufi, no bairro Tijuca, em Campo Grande, segue recebendo uma enxurrada de homenagens nas redes sociais e a mais nova foi do seu filho, Rojer Prates.

Na sua publicação, o filho fez questão de lembrar códigos de comandos usados pela corporação para se referir ao seu pai, utilizando o "última forma, sargento Prates, última forma".

"Meu pai amigo, meu amigo pai. Única explicação plausível pra mim, é que Deus permitiu isso porque era o momento oportuno da sua salvação", disse em trecho da publicação. Rojer ainda escreveu nem tudo foi perfeito, mas que o pai fez questão de doar o máximo pelo batalhão em que atuava.

Prates havia se aposentado há pouco tempo do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar, após dedicar 35 anos de sua vida à Polícia Militar.

"Por onde eu passo e já passei, ouço, leio e testifico, do grande homem que foi e era, do respeitoso e exemplar militar, do amigo, do fiel companheiro, do vizinho divertido, do sonhador, do pipeiro, do jogador de PES, do viciado em dama, aprendiz de mágica, jogador de bozó, enfim. Levarei as suas condecorações no peito, não como na farda, mas no coração, cada conquista, cada obstáculo vencido, com orgulho levarei. E 'ai' daquele que desonrar o seu legado. Lembrarei dos melhores momentos e me alimentarei deles para fortalecer a esperança e a fé na volta de Jesus", escreveu.

O filho continuou dizendo que sente feliz por ter um pai como ele ao seu lado e pôde trilhar o caminho da vida e ainda deixou uma mensagem dizendo "Mas tá marcado nosso reencontro. Espero o senhor lá no Céu ao lado de Jesus".

A publicação também rendeu vários comentários de conhecidos, amigos e até familiares que prestaram suas condolências e sentimentos, mas também aproveitaram para deixar uma última homenagem ao sargento Prates.

O caso

Consta no boletim de ocorrência, que o ciclista vinha pela rua Imbirussu, mas ao tentar atravessar o cruzamento de uma das vias mais movimentadas da região do Tijuca, ele não teria olhado corretamente para os lados e avançado para a ciclovia.

No entanto, antes que pudesse chegar foi atingido pelo motociclista que vinha na Avenida Dr. Nasri Siufi, no sentido do centro para o bairro e não teve tempo hábil para desviar ou frear, colidindo diretamente com a vítima e ambos indo diretamente ao solo.

As vítimas ficaram morreram no local. Ainda de acordo com as informações, os corpos teriam sido arremessados, tanto que a moto do sargento teria parado vários metros a frente do primeiro impacto.

O caso foi registrado como acidente de trânsito com vítima fatal provocado pela própria vítima e praticar homicídio culposo na direção do veículo automotor na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Cepol.