Menu
segunda, 14 de junho de 2021
Interior

Baixo isolamento pode levar Coxim a aumento de 224% nas mortes por covid

A progressão aponta que nos dias restantes deste ano, Coxim poderá contabilizar 84 novos óbitos pela alta nas contaminações

18 maio 2021 - 19h15Por Vinicius Costa

A cidade de Coxim, no norte de Mato Grosso do Sul, pode ter um salto expressivo no número de mortes até o final de ano causados pelo coronavírus. Estudos matemáticos apontam que com a vacinação lenta e a baixa adesão do isolamento podem contribuir para um aumento de 224% nas mortes.

Comparado ao ano passado, nos 291 dias de pandemia, a cidade contabilizou apenas 26 óbitos. Contudo, os números quase que dobraram e Coxim registrou 66 óbitos até maio deste ano, registrando assim 66 óbitos - 40 deste ano e 26 do ano passado.

Porém, os estudos calculam que o aumento expressivo está atrelado a quantidade de novos casos confirmados da covid-19. No boletim epidemiológico desta terça-feira (18), a cidade teve 170 novos casos e superou a marca de 18 de dezembro de 2020, quando detinha o recorde de casos com 168 infecções.

Nessa progressão, em 291 dias de 2021, Coxim deverá contabilizar 84 óbitos (referentes a 2021). No dia 31 de dezembro, esse número poderá chegar a 106.

A projeção é de 224% de aumento entre os anos.

Com isso, no final do ano, a cidade sul-mato-grossense tende a registrar o aumento de 224% e alcançar 106 mortes por covid-19 somente em 2021, que somadas as 26 de 2020 totalizam 132.