TCE Novembro
Menu
domingo, 05 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
CONSTRUINDO O SABER 29/11 A 29/12
Interior

FCMS emite Carteira do Artesão em comunidade ribeirinha do Pantanal

06 junho 2016 - 12h33Por Diário Corumbaense

Gestores da Gerência de Desenvolvimento de Atividades Artesanais da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul estiveram na Fazenda Jatobazinho, no Pantanal de Corumbá, para emitir a Carteira Nacional do Artesão à comunidade ribeirinha. A ação, realizada nos dias 31 de maio e 1º de junho, emitiu 18 carteiras.

A Carteira Nacional do Artesão é uma identificação nacional para artesãos e trabalhadores manuais de todo o Brasil. O documento tem abrangência nacional e oferece diversos benefícios, como isenção de imposto ao participar de feiras ou vendas para outros Estados, descontos para compras em alguns estabelecimentos comerciais, possibilidade de comercialização em determinados espaços, como a Casa do Artesão, que só aceitam artesãos com a carteira em dia e possibilidade de tirar nota fiscal na Agência Fazendária.

A carteira é gratuita e é emitida após o registro do artesão no Sistema de Informações Cadastrais do Artesanato Brasileiro (Sicab). Para confirmação do registro, o artesão passa por uma prova de habilidades técnicas, cuja aprovação é da Gerência de Desenvolvimento de Atividades Artesanais da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul. A emissão é feita pela Secretaria da Micro e Pequena Empresa (SMPE), por meio do Programa do Artesanato Brasileiro (PAB).


Oficina de tear

No mesmo período foi oferecida, na Fazenda Jatobazinho, uma oficina de tear pelo Ponto de Cultura Sapicuá. As atividades foram incentivadas e promovidas pelo Instituto Acaia Pantanal, que busca contribuir para o desenvolvimento humano e social do Pantanal por meio de ações educativas integradas à preservação do bioma.

A Fazenda está localizada em área isolada, de difícil acesso, às margens do rio Paraguai, a 90 quilômetros ao norte de Corumbá, onde só é possível chegar de barco ou em avião de pequeno porte.