Menu
segunda, 06 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
pmcg revia negocios
Interior

Idoso envolvido em atropelamento e morte de casal na BR-267 se apresenta à polícia

Ele negou ter bebido e disse que ultrapassagem indevida de outro carro é que causou o acidente

22 outubro 2018 - 17h47Por Thiago de Souza

Homem de 72 anos se apresentou à  Polícia Civil um dia depois de atropelar e matar um casal que ocupava uma motocicleta, na noite de sábado (20), na BR-267. O idoso diz que fugiu do local por temer agressões de parentes da vítima e disse que a moto é que entrou na frente da S-10 que dirigia.

O homem revelou que seguia sozinho em direção a sua fazenda e não ter ingerido bebida alcoólica. Na companhia de uma advogada, disse que um outro carro ultrapassou a caminhonete e no sentido contrário vinha a moto. A motocicleta então, na versão do idoso, desviou e invadiu a mão da caminhonete, onde bateu de frente.

Suspeito de não prestar socorro às vítimas e fugir da cena do acidente, o homem disse que ficou no local por cerca de 30 minutos, quando percebeu uma aglomeração e temeu por retaliações. Ele foi ouvido e liberado. O caso foi registrado como homicídio culposo na direção de veiculo automotor e ele será indiciado, mas responderá em liberdade.

Casal morreu na hora. (Foto: Reprodução Rio Brilhante em Tempo Real)

Tragédia

Josiane da Silva Rodrigues, 26 anos e wallison Adriel da Silva, 27 anos, moradores em Ivinhema, seguiam em uma motocicleta Titan  azul pela BR-267, entre Rio Brilhante e Maracaju. O acidente ocorreu por volta das 19h30, na altura do quilômetro 322, próximo a região da entrada da Fazenda Caçadinha. O casal que viajava sentido a Maracaju foi atingido por uma caminhonete Chevrolet S-10 cor preta.

De acordo com a perícia realizada no local a caminhonete que seguia sentido Rio Brilhante invadiu a pista contaria causando a colisão. Josiane e Wallison morreram na hora. Dentro da S10 haviam manchas se sangue e a chave estava no contato. A caminhonete foi parar a cerca de 50 metros do local do impacto fora da rodovia.

Segundo os familiares o casal estava indo para Sidrolândia posar na casa de uma tia e neste domingo Wallison iria para Campo Grande realizar exame psicotécnico do concurso da Policia Militar do estado.