Menu
sábado, 25 de setembro de 2021 Campo Grande/MS
Interior

Moradores protestam após adolescente ser atropelado e morto por picape

Moradores foram até a casa do responsável pelo atropelamento

26 julho 2021 - 08h19Por Nathalia Pelzl

Após o adolescente Otávio Camargo Cano de Andrade, 13 anos, ser atropelado e morto, neste domingo (25), enquanto soltava pipa, em Dourados, moradores decidiram protestar e a Polícia Militar precisou ser acionada no início da noite. 

O motorista acusado de atropelar o adolescente, Matheus dos Santos Souza, 23 anos, morador do mesmo bairro, fugiu e abandonou o veículo Chevrolet Montana antes que a vítima fosse socorrida.

Revoltados com a morte de Otávio, populares se dirigiram até a residência de Souza, onde também mora a ex-mulher e duas crianças que seriam filhos deles. 

Já no local, algumas pessoas tacaram pedras e ameaçaram incendiar a casa. 

Uma equipe da Força Tática da PM foi acionada para conter os ânimos e algumas pessoas ajudaram a ex-mulher de Matheus, que não teve o nome ou idade divulgados, a retirar móveis e objetos pessoais às pressas. Ela resolveu deixar a residência por medo.

Ainda conforme as primeiras informações apuradas pela polícia, ela e Souza estariam separados há alguns dias após brigas e inclusive na manhã deste domingo, ele teria tentado matá-la.

Os policiais ainda encontraram uma moto com registro de furto.

ATROPELAMENTO 

Otávio Camargo Cano de Andrade, 13 anos, foi atropelado por uma picape Montana e morreu, na tarde deste domingo (25), no bairro Estrela Porã, em Dourados. O motorista teria fugido do local do acidente. 

Conforme o Ligado Na Notícia, equipes do Bombeiros Samu foram acionadas para a rua Pedro Gomes de Souza e tentaram socorrer a criança, mas ela já estava morta. 

O motorista suspeito abandonou o veículo perto do corpo do menino e fugiu do local. No entanto, ele foi identificado como Matheus dos Santos Souza, 23 anos, que seria morador da mesma rua da vítima. 

Testemunhas dizem que Otávio estaria soltando pipa em frente de casa quando foi atingido. 

A cena do acidente atraiu dezenas de moradores que estavam indignados com o atropelamento. A Perícia da Polícia Civil esteve no local e recolheu informações para a