Menu
domingo, 24 de outubro de 2021 Campo Grande/MS
Interior

Motociclista morre em batida ao sair de festa em Aparecida do Taboado

Ele atingiu a motocicleta de uma mulher que estava a caminho do trabalho

12 outubro 2021 - 12h42Por Diana Christie

Erick Thiago da Silva Oliveira, 21 anos, morreu em um acidente de trânsito, na madrugada desta terça-feira (12), na Avenida Pedro Pedrossian, entre as Ruas Marcolino Teixeira de Queiroz e Francisco de Queiroz, na Vila Dourado, em Aparecida do Taboado.

A apuração inicial indica que ele voltava de uma festa quando bateu a motocicleta em uma mulher que seguia para o trabalho e, depois, atingiu uma caçamba estacionada.

A PM (Polícia Militar) foi acionada por volta das 4h40. No local, Erick estava caído ao lado esquerdo de uma motocicleta Honda/CG Fan, já sem vida. A vítima, que possivelmente não estava com capacete, sofreu fraturas no rosto e perdeu o dedo indicador da mão esquerda.

A outra pessoa envolvida no acidente, identificada apenas como Roselita, foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e encaminhada para o pronto-socorro com uma lesão no braço.

A perícia verificou que o veículo de Erick estava bem amassado, com guidão, garfo, mata-cachorro, painel e algumas carenagens destruídos.

Havia marcas de impactos ao solo aproximadamente uns 15 metros antes do ponto de colisão com caçamba. Um pouco a frente dessas marcas, estava jogada a Honda Biz de Roselita.

Testemunhas contaram que estavam na mesma festa que a vítima fatal, quando houve uma briga no local e Erick foi embora.

No hospital, Roselita informou à polícia que não possui habilitação para conduzir motocicleta e estava indo para o trabalho fazer horas extras quando foi atingida pela Honda Fan na traseira da Biz.

Com o impacto, a mulher desmaiou e, quando acordou, viu um casal. A mulher perguntou se ela estava bem e, na sequência, o homem que a acompanhava puxou a testemunha falando: "Vamos embora daqui que isso vai dar B.O.".

O casal fugiu e Roselita não sabe informar se eles estavam envolvidos no acidente. Uma segunda mulher parou no local e acionou o socorro.

Câmeras de vigilância e monitoramento instaladas em casas nas proximidades podem ter captado algo que ajude na investigação.

Fotos: Taboada News