Menu
sábado, 23 de outubro de 2021 Campo Grande/MS
Interior

Motorista que matou mulher atropelada se cala durante depoimento em Corumbá

Ele estava bêbado na hora do acidente

15 junho 2021 - 11h16Por Dany Nascimento

Evanir Garcia de Paula, 55 anos, acusado de matar Cristiane do Carmo Alves Faria, 39 anos, atropelada na noite de ontem (14), ficou calado durante depoimento na 1ª Delegacia de Polícia Civil, em Corumbá. 

Segundo o site Diário Corumbaense, o delegado responsável pelo caso, Nicson Lenon Cruz Galisa, disse que o militar da reserva da Marinha, estava dirigindo sob efeito de álcool e ficou calado durante o interrogatório.

“O etilômetro constatou isso. Foi realizada a prisão em flagrante delito pelo homicídio culposo qualificado pela condução de veículo com capacidade psicomotora alterada em razão de influência de álcool e também lesão corporal na direção de veículo automotor. Vamos comunicar ao juiz e ele vai decidir a situação do preso”, explicou Nicson.
Após o acidente, Evanir disse para a Polícia Militar que voltava de um sítio e havia ingerido bebida alcoólica.

O caso

Evanir conduzia uma caminhonete S10 cor branca pela avenida Rio Branco sentido Ladário. Segundo populares, o motorista estava em alta velocidade e atropelou Cristiane e Rafael Rodrigues, de 38 anos. 

Os dois caminhavam pela avenida quando foram atingidos. Cristiane morreu na hora. Já Rafael, sofreu lesões pelo corpo. 

O condutor contou em depoimento que estava em um sítio e havia ingerido bebida alcóolica.  

Ele ainda informou que estava deslocando a casa de uma sobrinha para buscar um celular, quando houve o acidente. Foi solicitado apoio da equipe da Polícia Rodoviária Federal para fazer o teste do etilometro, que constatou a quantidade de 0,82 mg/l.

Foi lavrado um auto de infração por dirigir sob influência de álcool ,e um auto de recolhimento de documentos.  Na delegacia compareceu o advogado do condutor que o acompanhou a confecção do boletim de ocorrência. 

A Polícia Civil investiga o caso.