TCE ABRIL 16 A 22/04
Menu
quinta, 22 de abril de 2021
Interior

Sobrinho suspeito de matar idoso é preso em Dourados

O carro do suspeito e os objetos encontrados na sua casa e no veículo da vítima foram apreendidos e serão periciados

05 abril 2021 - 10h43Por Nathalia Pelzl

Homem de 28 anos, que não teve a identidade revelada, foi preso pela morte de Veríssimo Coelho dos Santos, 61 anos, em Dourados. 

A prisão aconteceu na semana passada, mas foi divulgada pela Polícia Civil na manhã de hoje (5). 

O corpo da vítima foi encontrado dentro de um veículo na Avenida Norte, nos fundos do residencial Green Park.

Por meio da câmera de um sistema de monitoramento da região, os policiais identificaram que o crime teria ocorrido por volta das 22 horas do dia 31 de março. 

Durante as investigações, os policiais tomaram conhecimento de que outra pessoa estaria desaparecida, um sobrinho da vítima com quem a mesma tinha estado na tarde anterior.

Os agentes foram para uma chácara onde a vítima teria estado na noite anterior juntamente com outras duas pessoas. 

O suspeito foi localizado, porém, alegou desconhecer que o tio teria vindo a óbito.

Ele foi conduzido à Delegacia e, durante depoimento, os policiais descobriram que a vítima passou a tarde toda na casa do suspeito, inclusive mandando foto para os familiares e para sua namorada. Eles teriam assado carne e bebido no local.

Ao ser confrontado sobre o horário que seu tio foi embora, o suspeito prestou informações contraditórias, inclusive sobre um veículo de carga que havia sido transferido para empresa do suspeito poucos dias antes, situação a qual a família da vítima desconhecia, já que era o meio de vida da vítima.

Ainda durante os levantamentos, os investigadores encontraram objetos utilizados pelo suspeito para limpar o sangue da vítima que ficaram dento do veículo. 

Dois desses objetos foram reconhecidos por uma testemunha que trabalha para o suspeito e disse inclusive que teria visto os objetos no dia dos fatos na casa do suspeito.
Ele também alegou que seu celular teria quebrado no dia seguinte aos fatos, por isso não foi localizado na manhã seguinte.

O carro do suspeito e os objetos encontrados na sua casa e no veículo da vítima foram apreendidos e serão periciados.

O suspeito foi preso pelo crime de homicídio qualificado, já que a vítima teria recebido 16 disparos de arma de fogo, além dos golpes na cabeça.