Menu
sexta, 25 de setembro de 2020
Na Lata

Na Lata: golpe de 64 se fortalece e deputado lê sobre torturas na ditadura para plenário vazio

Quase que por ironia, o único que o acompanhou o discurso de Kemp foi um militar

31 março 2019 - 08h00Por Aurora

Em tempos que o golpe de 1964 é celebrado como “vitória anti-comunista”, os deputados estaduais envergonham Mato Grosso do Sul ao deixar um solitário Pedro Kemp (PT) a ler – e relembrar – as torturas aplicadas durante a Ditadura. Quase que por ironia, o único que o acompanhou o discurso de Kemp foi um militar, Cabo Almi, da mesma bancada.

Para não ser injusto com os demais, Barbosinha (DEM) apareceu ao fim da palavra e Rinaldo Modesto (PSDB) não deixou a cadeira que ocupava, como presidente interino da sessão legislativa.

Leia Também

TikTok: com recado aos 'sem noção' da pandemia, vídeo de Flávio explodiu na rede social do momento
Oi vizinho...
TikTok: com recado aos 'sem noção' da pandemia, vídeo de Flávio explodiu na rede social do momento
Novo presidente Heber Xavier renuncia Santa Casa
Cidades
Novo presidente Heber Xavier renuncia Santa Casa
Fisioterapeuta morre de covid-19 em Corumbá
CORONAVÍRUS
Fisioterapeuta morre de covid-19 em Corumbá
China diz que OMS aprovou uso emergencial de vacina
CORONAVÍRUS
China diz que OMS aprovou uso emergencial de vacina