Menu
segunda, 27 de setembro de 2021 Campo Grande/MS
Na Lata

Na Lata: na cara dura, senadora diz que alunos da escola pública custam mais que os da particular

Senadora defende privatização, mas não deve ter colocado os cálculos na ponta do lápis ainda

05 março 2019 - 10h05Por Capitu

Na cara dura, a senadora Soraya Thronicke (PSL) declarou que “os alunos da rede pública custam mais do que os da rede privada”. Tudo para defender a privatização da educação. “Está na hora de aceitarmos que o país é um péssimo prestador de serviço, mas não é por isso que não vai entregá-lo. Voucher ou cheque escolar é a solução. O mesmo deve se dar na saúde. Na América Latina, o Chile é um bom exemplo de que o sistema deu certo”, diz a nobre parlamentar.

Agora vamos para uma comparação rápida: o aluno da escola pública custa para o governo entre R$200 e R$ 400 mensais (veja cálculos). Nas escolas particulares de Campo Grande (confira preços aqui), a mensalidade mais barata é encontrada por volta de R$ 390, isso sem incluir gastos com material escolar, merenda, uniformes, que são oferecidos gratuitamente na rede pública... Faça as contas e compare!