A+ A-

quarta, 22 de maio de 2024

Busca

quarta, 22 de maio de 2024

Link WhatsApp

Entre em nosso grupo

2

WhatsApp Top Mídia News
Sucursal Pantanal

21/09/2017 15:30

A+ A-

Polícia Militar prende homem acusado de assassinar Guarda Municipal em bar

Multa de trânsito pode ter sido a motivação do crime

A Força Tática de Corumbá prendeu na manhã desta quinta-feira (21) o acusado de assassinar a tiros o Guarda Municipal Carlos Henrique Freitas Silva em um bar, no bairro Popular Velha, parte alta da cidade. 

O crime aconteceu por voltas das 5h desta quinta-feira e ainda não existem informações oficiais sobre o que teria motivado o homicídio. André Luis Lima Sigarini, de 37 anos, efetuou três disparos contra o Guarda Municipal e fugiu do local. 

Conforme informações policiais, A Polícia Militar com o apoio da Guarda Municipal capturaram André Luiz algumas horas após o assassinato. O suspeito foi encontrado em sua residência e teria confessado o crime. Ao ser questionado sobre a arma, Sigarini afirmou que o revólver teria sido descartado em via pública durante a fuga.

Os militares foram até o local indicado pelo autor, mas não encontraram a arma de fogo. Ao ser perguntado pela segunda vez, o acusado teria então confessado que o revólver estava escondido dentro da sua casa.

Voltando ao imóvel, a PM realizou uma busca minuciosa e, em cima do guarda-roupas, localizou o revólver calibre .38 com capacidade para 6 tiros e 3 munições intactas.

O suspeito, juntamente com a arma de fogo e as munições, foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Corumbá. Ele responderá por homicídio simples e posse de arma de fogo de uso permitido.

Versões

Familiares da vítima acreditam que o crime tenha sido motivado por um desentendimento antigo, quando Carlos Henrique ainda estava no setor de trânsito da Guarda, há cerca de 2 anos.  André Luis teria ameaçado a vítima de morte depois de receber uma multa de trânsito.

Porém essa versão não é confirmada pelo delegado responsável pelo caso, Rodrigo Blonkowski. Em depoimento, o atirador alegou que teria esbarrado com a vítima no banheiro do bar naquele mesmo dia. Carlos Henrique teria então puxado uma faca e, como defesa pessoal, o acusado efetuou três disparos contra a vítima.

Ele ainda afirmou que passou a madrugada de quarta e quinta-feira consumindo bebida alcoólica e por este motivo estaria embriagado.

 

 

Loading

Carregando Comentários...

Veja também