Menu
sábado, 15 de agosto de 2020
Oportunidades

Você é um deles? Prefeitura da Capital convoca 221 aprovados em concursos

Os convocados têm cinco dias úteis, a contar de hoje, para manifestar interesse em assumir a vaga

28 julho 2020 - 13h31Por Rayani Santa Cruz

A Prefeitura de Campo Grande convocou, nesta terça-feira (28), o total de 221 aprovados nos concursos públicos PMCG/2016 e Sesau/2019.  Os convocados têm cinco dias úteis, a contar de hoje, para manifestar interesse em assumir a vaga.

Foram convocados: 70 enfermeiros;  70 técnicos em enfermagem; 40 pediatras; 5 clínicos gerais; 1 endocrinologista e um endoscopista; um odontólogo PSF; cinco farmacêuticos bioquímicos; um enfermeiro do trabalho; um agente fiscal do meio ambiente; dois assistentes de serviço de saúde; 20 técnicos em radiologia; três técnicos em laboratório e um auxiliar de saúde bucal.

Segundo divulgado, a orientação sobre o processo de nomeação e posse ocorrerá exclusivamente através do e-mail: convoca. posse.pmcg@gmail.com. O candidato que não se manifestar dentro deste prazo para receber a orientação sobre o processo de nomeação e posse perderá o direito à vaga.

Atenção! Será considerado desistente do Concurso Público, perdendo a vaga respectiva, o candidato aprovado que: a) não se apresentar no prazo estabelecido na legislação vigente; b) não comprovar os requisitos exigidos para investidura no cargo; c) não apresentar a documentação comprobatória necessária para investidura no cargo; d) não se apresentar para tomar posse no prazo estabelecido.

Leia Também

Mandetta classifica atitude de Bolsonaro na pandemia como "cambaleante"
Política
Mandetta classifica atitude de Bolsonaro na pandemia como "cambaleante"
Sertanejo cria projeto 'Quarentena Autoral' e lança música nova em MS; assista
Cultura
Sertanejo cria projeto 'Quarentena Autoral' e lança música nova em MS; assista
Mega-Sena pode pagar R$ 27 milhões neste sábado
Economia
Mega-Sena pode pagar R$ 27 milhões neste sábado
Governo federal estuda criação de 'imposto verde'
Economia
Governo federal estuda criação de 'imposto verde'