Menu
domingo, 27 de setembro de 2020
Polícia

Ação conjunta da Polícia Militar prende idoso por estupro de vulnerável em cidade do MS

No quarto do acusado foram encontrados diversos brinquedos como bichinhos de pelúcias, bonecas, além de batons, shorts e calcinhas infantis

10 março 2019 - 15h56Por Da redação/JNE

Denúncias anônimas feitas através do “Disque-Denúncias”, fizeram a Polícia Militar de Aquidauana prender em flagrante no final da manhã deste domingo (10), Helio Mesa Peixoto, 69 anos, por estupro de vulnerável. Na casa do idoso, que fica no Bairro Alto, foi flagrado diversos brinquedos e peças íntimas infantis. A ação contou com o apoio do Conselho Tutelar do município, já que uma das equipes policiais flagrou uma menina de apenas 10 anos saindo do local e constatou que o suspeito havia dado “presentes” a ela.

De acordo com informações levantadas pelo JNE, após o canal de denúncias 181 enviar vários relatos de que na residência do idoso havia constante movimentação de crianças, com grave suspeita de que o homem abusava sexualmente das vítimas, para a equipe da ALI – Agência Local de Inteligência (Serviço Reservado da PM), os militares começaram a monitorar o imóvel e neste domingo abordaram uma menina saindo do local, com uma bicicleta vermelha, carregando ovos e bananas.

Ao conversar com a equipe, ela começou a chorar, dizendo que ganhou os alimentos de Helio e que teria medo dele, pois ele a ameaçava se ela contasse algo para alguém, mas não revelou o que seria. Os policiais acionaram o Conselho Tutelar, onde uma conselheira conversou com a criança que acabou relatando em detalhes o que o suspeito fazia com ela, que por conta da gravidade, não foram revelados. A menina ainda disse que ela não era a única que era abusada e que frequentava a casa do idoso, que mora sozinho.

Os militares do reservado então acionaram equipe da Força Tática e foram até a residência. No local, o homem ficou bastante alterado e negou, mas durante buscas, foram encontrados em seu quarto diversos brinquedos como bichinhos de pelúcias, bonecas, além de batons, shorts e calcinhas infantis. Helio foi preso e encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Aquidauana, onde será investigado o crime e a possibilidade de outras vítimas do homem. Será investigado também se familiares da menina abordada saindo da casa, teria conhecimento do fato. Encaminhada pelo Conselho Tutelar, a criança irá realizar exames médicos pertinentes ao ocorrido.

Reincidente?

A reportagem do JNE apurou que em 2017 Helio foi denunciado pelo mesmo crime, já que também tinha a casa frequentada por crianças, onde a mãe de uma menina de 7 anos falou à polícia na época que ele queria “dar banho” na criança, mas a vítima correu e contou o ocorrido. O idoso sempre foi “generoso” com suas vítimas, as presenteando com refrigerantes e guloseimas.

Disque-Denúncias – A Polícia Militar orienta a população a denunciar crimes através do canal 181, que é gratuito e não há qualquer tipo de monitoramento do número usado para efetuar a denúncia. A principal garantia é o anonimato. A denúncia é repassada imediatamente para a Central 190, que disponibiliza uma viatura para verificar a veracidade da informação e, se for o caso, prender as pessoas envolvidas na prática de atos criminosos.

O 7º Batalhão de Polícia Militar, que compõe as cidades de Anastácio, Aquidauana, Dois Irmãos do Buriti e Miranda, firmou em 2016 “termo de ajuste” de acesso ao sistema integrado do número “181”. Entre os crimes que poderão ser denunciados está a pedofilia, tráfico de drogas, homicídio, feminicídio, entre outros.

Leia Também

Homem agride ex-mulher e filhos como socos
Geral
Homem agride ex-mulher e filhos como socos
Presidente do TSE pede cuidado com pandemia e fake news
Política
Presidente do TSE pede cuidado com pandemia e fake news
NA LATA: governo Bolsonaro mente pra esconder queimada no Pantanal
Na Lata
NA LATA: governo Bolsonaro mente pra esconder queimada no Pantanal
Criança de 2 anos desaparece no Rio Paraguai e bombeiros fazem buscas
Interior
Criança de 2 anos desaparece no Rio Paraguai e bombeiros fazem buscas