TCE Novembro
TJMS DEZEMBRO
Menu
sexta, 03 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
ALMS - NOVEMBRO
Polícia

Aluno teria avisado colegas que estava armado antes de disparar em sala de aula

Pai da criança seria policial militar; Responsáveis e alunos saem chorando do local

17 outubro 2018 - 18h06Por Amanda Amaral e Dany Nascimento

O menino de nove anos que entrou armado em escola particular e ficou ferido teria contado aos colegas que tinha uma arma na mochila, mas as crianças não teriam 'levado a sério'. Por volta de 16h30, durante a aula de geografia, o aluno do Colégio Adventista, no Jardim dos Estados, teria disparado acidentalmente contra a própria coxa e o pé. 

A informação é de um colega de sala do garoto, também de nove anos. “Estava todo mundo distraído, e eu ouvi o barulho do tiro e ele falando ‘ai’, e professora na hora pegou ele e saiu da sala”, disse a criança. 

Pai do aluno que fez o relato, o jornalista Adriano Hany, 41 anos, viu movimentação da imprensa ao buscar filho e ficou preocupado antes de vê-lo são e salvo. “Foi um susto enorme, mas a escola deu toda a assistência e tenta manter todos calmos”, disse. 

Pai de colega do aluno que atirou relata susto. (Foto: Wesley Ortiz)

A informação dada pela direção do colégio é de que o pai do aluno que deu o tiro é policial militar e teria porte de arma de fogo.

No local, crianças, pais e responsáveis por vezes saem chorando e demonstrando estar em choque com a situação. “Graças a Deus passou, está tudo bem”, disse uma mãe. 

O garoto ferido foi socorrido com suspeita de fratura no fêmur e deve ser transferido do Proncor para a Santa Casa de Campo Grande.

A Polícia Militar permanece no local. O Colégio Adventista deve soltar nota oficial em alguns instantes.