Corumbá pra valer 05 a 04/05/2021
Menu
quarta, 05 de maio de 2021
mais social 05 a09/05/2021
Polícia

Amigos e familiares usam redes sociais para homenagear e se despedir de travesti morta

O corpo da vítima foi encontrado nesta madrugada, em frente a um terminal de Campo Grande

19 maio 2019 - 14h45Por Anna Gomes

Amigos e familiares utilizaram as redes sociais para homenagear a travesti Thaylla Rodrigues, de 30 anos, que foi encontrada morta na madrugada deste domingo (19), na Avenida Bandeirantes, próximo ao Terminal Bandeirantes, em Campo Grande.

“De coração partido perdi uma grande amiga que eu sentia um grande apreço. Combinamos de nos ver, mas a crueldade do mundo nos impediu. Sei que onde você estiver vai estar ao lado de sua mãezinha, descansando. Vai deixar saudades, minha amiga”, disse uma colega de Thaylla.

Outros amigos demonstram a indignação com o crime e pedem justiça. “Quanta crueldade, ninguém tem o direito de tirar a vida de outra pessoa! Descanse em paz. Meus sentimentos à família’’, lamentou outra colega da vítima.

Crime

De acordo com o boletim de ocorrência, a irmã da travesti compareceu ao Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal) para reconhecer o corpo e alegou não saber quem pode ser o assassino. Ela também disse que a irmã não tinha desavenças com outras pessoas.

Thaylla teria saído de sua residência por volta das 20h30 de ontem (18), e foi encontrada morta às 4h de hoje.

Equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), foi acionada e constatou que havia rastro de sangue de cerca de 100 metros, indo de uma calçada até o corpo da vítima. O caso foi registrado como homicídio simples, na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga.

Câmeras de segurança dos comércios próximos da região devem contribuir no esclarecimento do crime.