TCE ABRIL 16 A 22/04
Menu
quinta, 22 de abril de 2021
MS MAIS SOCIAL 21 E 22/04
Polícia

Após espancar senhor de idade, jornalista da Globo solta o verbo e detona o idoso

Filho do idoso disse que quer ver o jornalista preso e disparou: “Nada justifica tal agressão”

21 dezembro 2018 - 11h25Por Da redação / TV Foco

O jornalista Rodrigo Maia, que trabalhava como repórter na afiliada da Globo no Espírito Santo, a Rede Gazeta, foi flagrado agredindo um senhor de idade. A situação aconteceu durante uma briga no condomínio onde mora, na Praia do Canto, em Vitória.

As imagens da câmera de segurança do elevador mostram que o homem de camisa azul discutia com Rodrigo, que usava uma camisa rosa, enquanto filmava tudo com o celular e era assistido por uma senhora. Agora, ele se manifestou pela primeira vez sobre o assunto.

“Comecei a viver um filme de terror porque todas as vezes que chegavam do trabalho, ou tinha uma carta ou uma notificação judicial. Estou vivendo um pesadelo. Sou jornalista, repórter e hoje eu sou a notícia. Pra mim ele é um psicopata”, disparou o profissional.

“Começou a correr atrás de mim. Tem algum desvio de personalidade. Eu nunca tinha brigado na minha vida, nunca bati em ninguém. As pessoas que me conhecem sabem quem eu sou. Nunca tive inimigos, nunca tive alguém que quisesse me matar. Comecei a agir de legítima defesa”, contou.

“Foi uma briga rápida, a todo momento ele continua me xingando de filho da puta e viado”, finalizou.

Já a versão do aposentado, em entrevista ao Gazeta Online, é a seguinte: “Ele me puxou pra fora do elevador com chutes, pontapés, por três vezes eu fiquei desacordado e ele me batendo, como se estivesse batendo num cachorro morto”.

“Ele disse que estava possuído por três demônios e que ele estava naquele momento ali pra me matar. Senti muito sangue saindo porque quando ele mordeu a orelha eu perdi a ação. Não tinha nem como reagir a qualquer luta corporal porque perdi as forças… Ele cuspiu no meu rosto várias vezes”, completou.

Em entrevista ao UOL, o filho do idoso disse que quer ver o jornalista preso e disparou: “Nada justifica tal agressão”.