ALMS - RAMAL
Menu
Busca segunda, 13 de julho de 2020
REFIS SAUDE
Polícia

Assassinos de 'Boneco' fugiram em um Ford Fiesta, diz polícia

Ele estava deixando o presídio semiaberto quando foi atingido por cinco tiros

15 setembro 2016 - 18h14Por Kerolyn Araújo
Assassinos de 'Boneco' fugiram em um Ford Fiesta, diz polícia

Morto com cinco tiros na manhã desta quinta-feira (15), Weverton Silva Ayva, 28 anos, conhecido como 'Boneco', teria sido assassinado por dois homens que estavam em um veículo Ford Fiesta da cor branca, enquanto deixava o presídio semiaberto na Vila Sobrinho, em Campo Grande.

Em nota oficial, o 1° Batalhão da Polícia Militar divulgou que Boneco foi atingido por cinco disparos por volta das 05h30. Após os tiros, os autores que estavam em um veículo Ford Fiesta fugiram.

A vítima foi socorrida e encaminhada à Unidade de Pronto Atendimento (Upa) da Vila Almeida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. 

Conhecido da polícia

Boneco é um velho conhecido da polícia. Cumprindo pena no semiaberto, ele já respondeu pelos crimes de furto, roubo, tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e homicídio, além de ter sido o pivô do assassinato da jovem Vitória Mendonça, 18 anos, morta com um tiro na nuca no dia 19 de julho na Vila Popular.

A suspeita de cometer o crime, Thamara Arguelho, 21 anos, está presa. Grávida de boneco, ela teria executado Vitória por ciúmes.

A morte de Boneco será investigada pela 7ª Delegacia de Polícia Civil da Capital. 

 

Leia Também

Empresa de sanitização é uma ótima opção para a saúde do seu empreendimento e da sua casa
Informe Publicitário
Empresa de sanitização é uma ótima opção para a saúde do seu empreendimento e da sua casa
O QUÊ? Tratamento com ivermectina pode custar até R$ 120 em Campo Grande
Cidade Morena
O QUÊ? Tratamento com ivermectina pode custar até R$ 120 em Campo Grande
Rosemir baleou criança de quatro anos na cabeça ao abrir fogo para matar ex-mulher
Polícia
Rosemir baleou criança de quatro anos na cabeça ao abrir fogo para matar ex-mulher
Brasil chega a 72,1 mil mortes por covid-19 e 1,86 milhão de casos
Saúde
Brasil chega a 72,1 mil mortes por covid-19 e 1,86 milhão de casos