TJ BANNER JUNHO 2022
TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
sábado, 25 de junho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
Polícia

Avó diz que contou toda verdade sobre assassinato para filho de goleiro Bruno

'Ele ficou se perguntando o por quê, e eu disse que ainda não sabia', conta a avó

12 agosto 2020 - 07h46Por Dany Nascimento

O filho de Eliza Samúdio e do goleiro Bruno, Bruninho, de 10 anos, soube de toda a tragédia que matou a mãe somente no ano passado, quando perguntou a avó materna sobre o pai.

De acordo com o jornal Extra, a avó disse que ele perguntou e ela resolveu contar toda a verdade sobre o caso, que completou dez anos.

"Sempre falei pra ele que na hora que ele quisesse saber a verdade, eu contaria. Ele ficou assustado, porque eu contei que o pai dele matou uma pessoa e havia tentando contra a vida de uma outra, mas que essa outra pessoa estava viva e bem. Mas quando ele me fez a pergunta: 'quem era a outra pessoa', eu respondi: 'era você'. Ele ficou se perguntando o por quê, e eu disse que ainda não sabia", relatou Sônia Silva Moraes, mãe de Eliza.

A avó, que tem a guarda do menino, diz que durante todos esses anos vem filtrando as informações que chegam ao neto para não machucá-lo ainda mais. A avó também falou do sentimento do neto pelo pai.

"Ele só não tem conhecimento da forma como a mãe foi assassinada. Sempre quando passa algum noticiário sobre o pai dele, eu pego e desligo a TV. Fico vigiando, mas uma hora ele vai entrar na internet e descobrir muitas coisas. Ele sabe que a mãe dele foi morta, que os assassinos sumiram com o corpo e que o pai foi condenado. As pessoas acham que ele é uma criança que odeia o pai, e não é. Outro dia mesmo ele falou para uma amiga minha que perguntou se ele tinha raiva, mágoa ou ódio do pai, e ele respondeu: 'Não posso ter raiva nem amor daquilo que eu não conheço'".