Menu
domingo, 27 de setembro de 2020
Polícia

Batalhão de Choque chega a presídio para controlar motim organizado por presos de facção criminosa

Agentes penitenciários relataram ameaças com facas e pedras

22 maio 2019 - 08h23Por Nathalia Pelzl

Para controlar o motim provocado por presos de facção criminosa desde a noite de ontem (21), equipe do Batalhão de Choque de Campo Grande, se deslocou nesta quarta-feira (22) para a Penitenciária Estadual de Dourados (PED).

O motim foi organizado por detentos que cumprem pena no Setor B-4, ao todo, são 120 internos  de facção criminosa, como o PCC (Primeiro Comando da Capital).

Conforme relato dos servidores do local, os presos organizaram a ação após a tentativa de descobrir um túnel em uma das celas. Segundo o Dourados News, agentes penitenciários teriam sido ameaçados com facas e pedras.

A ideia é que o reforço policial desarticule o bando. A Agepen (Agência Penitenciária Estadual) negou que um motim tenha sido organizado.

 

Leia Também

Brasil registra 869 novas mortes nas últimas 24 horas
CORONAVÍRUS
Brasil registra 869 novas mortes nas últimas 24 horas
Primeiro castramóvel chega em janeiro e vai atender bairros mais vulneráveis em Campo Grande
Cidade Morena
Primeiro castramóvel chega em janeiro e vai atender bairros mais vulneráveis em Campo Grande
Em dois anos, MS ganha 54 mil eleitores e mulheres definem eleição
Cidade Morena
Em dois anos, MS ganha 54 mil eleitores e mulheres definem eleição
Bebê com atrofia muscular morre após campanha para importar remédio de cerca de R$ 11 milhões
Geral
Bebê com atrofia muscular morre após campanha para importar remédio de cerca de R$ 11 milhões