Solurbe - corrida do meio ambiente 18/04 a 08/05
(67) 99826-0686
Prestação de contas 17/04 a 26/04/2019

'Carga pesada': Polícia Militar flagra carregamento de cocaína pura em transportadora

Funcionários da transportadora que desconfiaram da 'encomenda'; carregamento totalizou mais de 100kg, causando um prejuízo de R$ 3 a 5 milhões aos traficantes

13 FEV 2019
Da redação / JNE
14h40min
Foto: Reprodução / JNE

Suspeita de carga adulterada em uma transportadora na cidade de Bodoquena, levou a Polícia Militar a descobrir pouco mais de 100 quilos de cocaína pura, acondicionados em quatro pacotes, dentro de potes grandes de papelão. A “encomenda” estava etiquetada como óleo de motor.

No início da noite desta terça-feira (12) a Polícia Militar foi acionada por funcionários da transportadora que desconfiaram da encomenda, já que não seria possível acondicionar produto inflamável em recipiente de papelão sem danificá-lo.

A equipe policial então abriu os potes e pela experiência, constatou que se tratava de cocaína, mas providenciou reagente químico com o apoio da Polícia Civil do município. Com a aplicação do referido produto à substância, foi obtida a confirmação, já que contato com o líquido, o pó se apresentou a cor “azul".

O que intriga as equipes policiais é que, a empresa ao tentar entregar os potes ao destinatário descrito na carga o qual constava em nome de uma mulher, obteve resposta negativa do marido ao buscar algumas encomendas da esposa, dizendo que aqueles potes não eram deles e que muito menos teria feito o pedido do que ali supostamente continha.

A cocaína em seu estado puro foi encaminhada para a Delegacia de Polícia Civil de Bodoquena, que irá investigar se alguém de dentro da firma com sede na Capital teria etiquetado repetidamente de maneira proposital, com o nome e características do produto adulterado, aproveitando as demais cargas que estavam com o nome da mesma destinatária, já que suas encomendas verdadeiras foram retiradas pelo seu esposo.

A descoberta dos Policiais Militares da 3° CIA da Polícia Militar do município causou prejuízo de R$ 3 milhões a R$ 4 milhões de reais aos traficantes, já que a cocaína em seu estado puro, tem alto valor no mercado, onde o quilo pode variar de R$ 15 mil a R$ 30 mil reais.

Veja também