TCE Novembro
TJMS DEZEMBRO
Menu
sexta, 03 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
CONSTRUINDO O SABER 29/11 A 29/12
Polícia

Carretas com cigarros do Paraguai carregadas em MS são apreendidas em SP

Dois motoristas foram presos em flagrante e confessaram o crime

16 agosto 2018 - 18h47Por Thiago de Souza

A Polícia Militar Ambiental de Teodoro Sampaio (SP) apreendeu duas carretas carregadas de cigarros vindos do Paraguai, na tarde dessa quarta-feira (15). Os veículos teriam sido carregados em Dourados. Dois suspeitos foram presos.

As carretas foram abordadas pelos policiais no cruzamento das ruas Carlos Herling e Alberto Amador. Após uma revista na carga coberta por lona, os militares constataram que os veículos estavam carregados com cigarros do Paraguai. No entanto, no momento da fiscalização, os condutores não estavam no local.

Após o achado, a Polícia ambiental paulista avistou de longe um homem em atitude suspeita que ia em direção a uma das carretas. Ao tentar embarcar no veículo, percebeu algo e saiu por trás do caminhão. Os policiais conseguiram abordá-lo e encontraram com o homem um aparelho celular e R$ 3.350,00 em dinheiro.

Segundo a corporação, o homem deu informações desencontradas a respeito do ocorrido, porém, depois declarou ser o condutor do veículo e que estava transportando a carga de cigarros. O motorista ainda contou que iria saber o destino no percurso e receberia a quantia de R$ 3 mil pelo serviço.

No deslocamento até a delegacia, os policiais avistaram outro homem também em atitude suspeita na avenida principal da cidade e também o abordaram. Com ele, foram encontrados uma chave de caminhão, dois aparelhos celulares e R$ 5.398,00 em dinheiro.

Ainda segundo a corporação, o motorista também passou informações desencontradas, mas depois alegou a mesma versão do outro envolvido e que era o condutor da outra carreta e ainda que estavam juntos na prática do contrabando.

A dupla confessou que, diante da grande movimentação policial na cidade, decidiram deixar os caminhões e ficar em um hotel até anoitecer, quando seguiriam viagem.

Os suspeitos, os caminhões e a carga foram levados para a Polícia Federal em Presidente Prudente. A PM informou que não contabilizou a quantidade de cigarros, devido ao lacre feito pela PF.