TCE Novembro
TJMS DEZEMBRO
Menu
sábado, 04 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
CAMARA - vacinaçao
Polícia

VÍDEO: chefe da Polícia Civil de MS diz que maioridade penal devia mudar 'com urgência'

Jovem de 1940, ano que fixou 18 anos como maioridade penal, era ingênuo, diz delegado

14 agosto 2018 - 13h10Por Celso Bejarano

O chefe da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul, Marcelo Vargas, acha que a maioridade penal deve ser reduzida de 18 anos para 16 anos, com “urgência”.

“O Código Penal que estabeleceu a maioridade penal a partir de 18 anos de idade é de 1940. E nessa década o jovem era diferente do jovem de hoje, era mais inocente. Por isso vejo como medida de urgência a mudança na maioridade penal”, afirmou Vargas, delegado da Polícia Civil de MS há 28 anos.

Outra questão acerca de um assunto polêmico: ele é contra a legalização da maconha, medida defendida por diversos segmentos.

“Só vai aumentar o consumo. Hoje, é comum ver pessoas fumando maconha na rua. E os policiais que atuam em operações preventivas apreendem quem está consumindo a droga e o leva para a delegacia. Interpretação minha: o maconheiro sai de lá primeiro que o policial”.

Marcelo Vargas disse ainda que as polícias de MS apreendem apenas 10% da droga que sai da Bolívia e do Paraguai e cruzam o território sul-mato-grossense rumo a regiões como São Paulo e Rio de Janeiro.

Ainda assim, disse ele, MS é o Estado brasileiro que mais apreende maconha e cocaína no país. Veja a entrevista completa: