Corumbá pra valer 05 a 04/05/2021
Menu
sexta, 07 de maio de 2021
mais social 05 a09/05/2021
Polícia

Chefe da polícia paraguaia é executado em área isolada na fronteira com MS

Homem foi encontrado morto na região a cerca de 40 km de Ponta Porã

07 junho 2019 - 16h18Por Amanda Amaral

O subchefe da Polícia Nacional paraguaia Juan Eladio Alvarenga Martínez, 42 anos, foi encontrado morto por militares na Colônia Guavirá, um dos pontos mais desolados da fronteira seca com o Brasil, a 40 km de Ponta Porã, Mato Grosso do Sul. Martínez era chefe do Terceiro Subcomitê da colônia. 

O impacto teria ocorrido na altura do tórax, debaixo do braço, presumivelmente de uma espingarda, conforme a publicação paraguaia. A área onde foi encontrado o corpo, ao lado de um caminhão, é particular e praticamente não há população civil, mas há uma base militar, com a qual a pessoa da polícia se comunica diariamente.

Não há muitas informações sobre as circunstâncias do crime, afirmou ao jornal paraguaio ABC Color o delegado da área, já que é um local distante e com pouca cobertura de estradas. De acordo com o relatório preliminar, o homem foi atingido por tiro disparado de arma com projétil de alto impacto. 

A polícia suspeita que o crime tenha autoria de grupos de narcotráfico, já que a área corresponde ao distrito de La Paloma, área conhecida pela presença destes. Colônia Guavirá é um dos pontos mais remotos e desolados da fronteira seca com o Brasil, a cerca de 25 quilômetros do centro urbano de La Paloma e a cerca de 50 quilômetros de Salto del Guairá.