Menu
sábado, 24 de outubro de 2020
Polícia

Chefia de divisão anti-sequestro da polícia paraguaia morre em troca de tiros na fronteira

Dois criminosos também teriam morrido e dois investigadores feridos

24 janeiro 2019 - 19h14Por Thiago de Souza

O comissário Rufino Acosta, subchefe da Divisão Anti-sequestro da Polícia Nacional do Paraguai morreu durante troca de tiros com sequestradores, na tarde desta quinta-feira (24), na fronteira com Mato Grosso do Sul.

Acosta investigava o sequestro do empresário paraguaio Silvino Villalba Salinas, 66 anos, sequestrado por volta das 9h30 da última terça feira (22), na cidade paraguaia de Capitán Bado, próximo a Coronel Sapucaia.

A vítima foi liberada horas depois, após familiares encabeçar as negociações.

Conforme o Porã News, na tarde de hoje, os investigadores da Divisão de Anti-sequestros teriam se deparado com os sequestradores. A troca de tiros ocorreu na região  entre Capitán Bado e a colônia Cerro 21, na fronteira com Aral Moreira.

Informações publicadas pelo site na fronteira indicam que dois investigadores da divisão foram feridos e dois sequestradores foram mortos a tiros.

O subchefe Rufino chegou a ser encaminhado ao hospital da cidade de Aral Moreira, onde chegou sem vida. Quanto aos outros dois investigadores, eles foram medicados e deverão ser transferidos a um hospital com mais recursos.

 

Leia Também

Em A Fazenda, Mariano quer processar Luiza Ambiel: 'vai estalar no lombo'
Geral
Em A Fazenda, Mariano quer processar Luiza Ambiel: 'vai estalar no lombo'
Motorista tomba caminhão com boiada e fica ferido em Batayporã
Interior
Motorista tomba caminhão com boiada e fica ferido em Batayporã
Educação Especial e habitação foram destaque em horário eleitoral noturno nesta sexta
Cidade Morena
Educação Especial e habitação foram destaque em horário eleitoral noturno nesta sexta
Motorista que matou motociclista em acidente é procurado pela polícia em Camapuã
Interior
Motorista que matou motociclista em acidente é procurado pela polícia em Camapuã