(67) 99826-0686
PMCG - SLOGAN 17/06 A 30/06

Copeira de Coxim morreu em decorrência de dengue, confirma autópsia

Motivo da morte foi confirmado no início da tarde desta sexta-feira (17)

17 MAI 2019
Edição MS
13h55min
Foto: Reprodução Facebook

No início da tarde desta sexta-feira (17), a secretaria de Saúde de Coxim confirmou que a copeira Marinalva Alcântara Ribeiro, de 43 anos, morreu em decorrência de dengue.

A causa da morte foi confirmada depois que o corpo foi submetido à autópsia no IML (Instituto Médico Legal). Informações obtidas pelo Edição MS dão conta de que o vírus causou choque hemorrágico na vítima.

Marinalva era muito conhecida na cidade, pois trabalhava numa das principais lojas de móveis. Ela morava no Jardim Vista Alegre, em Coxim, mesmo bairro onde trabalhava outra vítima da doença.

Belchior da Silva Viçoso, de 19 anos, que trabalhava no lava jato do pai, a poucos metros da casa de Marinalva. Essa proximidade tem deixado os moradores do pequeno bairro desesperados.

É que os moradores afirmam fazer sua parte, limpando seus quintais, mas os proprietários de terrenos, que não residem no bairro, não tem a mesma preocupação. Afinal....

Na reportagem anterior mostramos que um desses terrenos, que fica ao lado do lava-jato, guarda sucatas de veículos e dezenas de materiais que servem de criadouro.

O mesmo foi denunciado e agentes do Controle de Vetores encontraram diversos focos no local. O proprietário já foi notificado e o prazo para limpar o local já está acabando.

Além dos quintais é importante que moradores do bairro também cuidem das calhas, caixas d’água, dos canos de antenas que geralmente não são fechados e acumulam água, dentre outros recipientes que se transformam em criadouros.

Veja também