Menu
quinta, 24 de setembro de 2020
Polícia

'Corpo fechado': homem sobrevive após levar cinco tiros em atentado

Assassino efetuou dois disparos contra a cabeça e mais três que atingiram o braço esquerdo da vítima

26 março 2019 - 10h50Por Da redação/TáNaMídia Naviraí

Um rapaz, identificado como Renan Teixeira Barbosa, de 34 anos, foi vítima de uma tentativa de homicídio na noite desta segunda-feira (25) em Naviraí, após ser atingido por cinco tiros dentro de casa. Segundo um rapaz de 22 anos, que estava na residência juntamente com Renan e o filho menor de idade da vitima, na hora do crime, alguém chegou e bateu na porta da casa.

O rapaz ao abrir a porta foi surpreendido por um indivíduo encapuzado que armado com um revólver, o ordenou a deitar no chão e foi direto em direção de Renan, efetuando dois disparos contra a cabeça e mais três que atingiram o braço esquerdo.

Após realizar os disparos o algoz fugiu da residência tomando rumo ignorado. O rapaz que presenciou os fatos saiu para a rua e encontrou uma guarnição da Polícia Militar informando que teria acabado de presenciar a tentativa de homicídio.

Os militares acionaram o Corpo de Bombeiros que compareceu ao local e encaminhou Renan em estado grave para a Santa Casa de Naviraí, onde fora entubado e transferido para um Hospital da cidade de Dourados. A PM realizou diligencias, porém nenhum suspeito foi localizado. O caso foi registrado no 1º DP (Delegacia de Polícia Civil) como homicídio simples na forma tentada e segue sendo investigado.

Leia Também

Candidatos à Prefeitura: pleito é dominado por homens com ensino superior
Política
Candidatos à Prefeitura: pleito é dominado por homens com ensino superior
Eita pêga: mulher chama vizinha de'macaca' e 'galinha de macumba' em Anastácio
Interior
Eita pêga: mulher chama vizinha de'macaca' e 'galinha de macumba' em Anastácio
Ministro da Educação diz que muitos gays 'vêm de famílias desajustadas'
Geral
Ministro da Educação diz que muitos gays 'vêm de famílias desajustadas'
Se a moda pega: moradores se revoltam com atropelamento e incendeiam delegacia na fronteira
Geral
Se a moda pega: moradores se revoltam com atropelamento e incendeiam delegacia na fronteira