TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
domingo, 26 de junho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
Polícia

Deficiente que desapareceu em Coxim foi estuprada por mais de um homem

Vítima havia sumido de casa no domingo durante a madrugada

11 janeiro 2022 - 09h55Por Antonio Bispo

Mulher de 35 anos, que desapareceu na madrugada de domingo (9), em Coxim, foi estuprada mais de uma vez enquanto estava sumida.

De acordo com o site Edição MS, a vítima que possui deficiência mental e física, foi levada para Colônia de Pescadores por um homem identificado como Gilberto Tavares, de 48 anos.

No local, ela foi forçada a fazer sexo com o acusado e relatou o ocorrido à Polícia. Embora tenha idade de uma pessoa adulta, a vítima possui mentalidade de uma criança e não tem noção do que aconteceu.

Durante as investigações, foram apreendidos os celulares da vítima e do suspeito. Em amos aparelhos, a Polícia encontrou diversas mensagens, em que vários homens encaminhavam à vítima com conteúdo pornográfico. Todos serão investigados pela Polícia Civil.

Além do acusado que foi preso, a vítima foi estuprada por outros homens no fim de semana. Antes do desaparecimento, no sábado (08), enquanto a mãe da vítima saiu para caminhar, um homem passou na casa dela, pegou a mulher e manteve relações sexuais com a mesma, sem que a família desconfiasse do que estava acontecendo. Na madrugada de domingo (9), ela desapareceu.

O caso é considerado estupro de vulnerável, uma vez que a mulher possui deficiência mental e não tem discernimento para a prática do ato, assim como crianças.

O caso

A mãe da vítima notou que a filha havia desaparecido durante a madrugada de domingo (9), quando levantou para ir ao banheiro.

Ela notou que a porta da sala estava aberta e o portão sem cadeado. Quando o padrasto ligou para o celular dela, um homem atendeu e disse que estava levando a enteada, mas sem dar detalhes.

Ela foi localizada na tarde do mesmo dia e a situação vindo à tona.