Menu
Busca quinta, 04 de junho de 2020
Gov - Compre de Casa
Polícia

Dentista adota cadela resgatada com sinais de estupro

A veterinária afirmou que a cadela estaria sendo violentada há bastante tempo, possivelmente por um homem adulto

23 abril 2019 - 10h14Por Da redação/Novo Dia/G1

A cadela que foi resgatada com sinais de estupro em Cabreúva, São Paulo, na ultima quinta-feira (18), através de denúncias feitas por vizinhos, teve um final feliz após receber tratamento e cuidados especiais. Na manhã da ultima segunda-feira (22), a cachorra ganhou um novo lar. O dentista Milton Cezar Marques, que viu as publicações sobre o caso nas redes sociais, se prontificou a adotar o animal, que inclusive já recebeu o nome de Ceicy e vai dividir a nova casa com a nova colega, a cadela Zara.

“Depois de tanta dor e sofrimento, ela vai ter um final digno de conto de fadas. Finalmente, um final feliz”. Ressaltou feliz o dentista. Ceicy precisou passar por cirurgia de vulvoplastia, que reconstruiu toda a região genital. Com o procedimento, ela também vai poder voltar a urinar. O atendimento foi feito na clínica da veterinária voluntária Tamyres Novack, que participou do resgate. A veterinária afirmou que a cachorra reagiu bem depois da cirurgia e ficou de observação por aproximadamente três dias.

Agora, ela vai ficar com uma sonda até conseguir urinar novamente. Um boletim de ocorrência sobre o caso será registrado na Polícia Civil da cidade, que vai investigar o caso. Milton contou que Ceicy já tem uma cama, comida e potes reservados especialmente para ela, e que vai dormir no mesmo quarto que Zara, uma do lado da outra. “Tenho 43 anos e não tive filhos biológicos, mas os meus filhos de verdade são os meus animais. É para eles que eu faço tudo”. Diz Milton emocionado.

Resgate e cirurgia

De acordo com informações do G1, na noite de quinta-feira (18), moradores denunciaram a ativistas das causas animais e ao Centro de Reabilitação e Adoção de Cães e Gatos (Creadoca) que uma cachorra estava muito ferida, na Estrada dos Romeiros.

Após uma consulta de emergência, a veterinária Tamyres afirmou que a cadela estaria sendo violentada há bastante tempo, pois os ferimentos já estavam inflamados. "Para se ter ideia, ela não tinha mais o canal por onde sai a urina. Por isso, a bexiga dela estava quase estourando. Ela estava com muita dor", conta.

A hipótese era de que poderiam ter violentado a cadela com um pedaço de madeira ou algum objeto. Porém, a ideia é descartada pela veterinária. "Pode ser que o ferimento tenha sido por algum objeto, mas eu ainda acredito que o estupro tenha sido causado pelo órgão sexual de um homem adulto", diz a profissional.

Leia Também

Tribunal do Trabalho nega danos morais coletivos por morte do adolescente Wesner em lava jato
Cidade Morena
Tribunal do Trabalho nega danos morais coletivos por morte do adolescente Wesner em lava jato
NÃO VAI TER FIM? Brasileiros mortos pela covid-19 já chegam a 34.021
Geral
NÃO VAI TER FIM? Brasileiros mortos pela covid-19 já chegam a 34.021
Registro mostra que PM foi imparcial em ocorrência com tiro de Guarda Municipal
Cidade Morena
Registro mostra que PM foi imparcial em ocorrência com tiro de Guarda Municipal
Estudo que demonizava cloroquina é falho e autores tiram texto de site
Geral
Estudo que demonizava cloroquina é falho e autores tiram texto de site