TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
domingo, 26 de junho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
Polícia

'Desgraçados, vida se paga com vida': familiares ameaçam suspeitos de matar funileiro

Funcionários são suspeitos de terem matado a Admilson Estácio

17 abril 2020 - 15h22Por Dany Nascimento

Os familiares do funileiro Admilson Estácio, 44 anos, que foi encontrado morto enterrado próximo do município de Rochedo, estão revoltados com os dois suspeitos de terem executado o trabalhador.

Nas redes sociais, os parentes utilizam fotos de Alex Gonçalves e Jorginho Mangu, que seriam funcionários do funileiro. A família afirma que os dois mataram o patrão, após roubarem o cartão de crédito dele e fazerem compras, que ultrapassaram o valor de R$ 1.600.

Admilson teria descoberto o crime e ameaçou acionar a polícia, mas teria sido assassinado pelos dois rapazes.

“ Esses dois são os assassinos que mataram meu tio a sangue frio, isso não se faz nem com o pior inimigo. A justiça vai ser feita. Vida se paga com Vida”, escreveu a sobrinha da vítima, Luany Estácio.

No dia 12 de abril, Jorginho postou um vídeo mostrando que pagou uma promessa pintando o cabelo de azul. Nesta publicação, os familiares de Admilson xingam o ex-funcionário e possível assassino do funileiro.

“Desgraçado, assassino monstro”, escreveu Andreia Estácio.

“Vagabundo desgraçado você vai pagar seu lixo”, comentou Cilma Aparecida.

“Curti seu cabelinho agora na cadeia seu lixo”, escreveu Jeovanice Andrade Chaves.