Tribunal de Contas
(67) 99826-0686
Camara - marco

Detido por manobas perigosas com carro, homem morre após levar mata-leão de PMs

Polícia Militar e Civil investigam o caso

12 JAN 2019
Thiago de Souza
10h52min
Foto: Tião Prado - Ponta Porã Informa

Cristian Matias da Rosa, 37, morreu, na noite dessa sexta-feira (11), pouco antes de chegar ao Hospital Regional de Ponta Porã. Conforme a Polícia Militar, ele resistiu à prisão e precisou ser contido com um golpe conhecido como mata-leão dos policiais.

Conforme o Ponta Porã Informa, militares do 4º Batalhão de Polícia Militar flagraram Cristian fazendo manobras perigosas a bordo de um Ford Ka, no bairro Jardim das Rosas, em Ponta Porã.

Os policiais teriam dado ordem de parada, mas o suspeito fugiu em alta velocidade e parou em frente a casa onde mora, na rua Manoel Martins. Ao chegaram no local, os PMs afirmam que o homem aparentava estar embriagado.

Ao ser abordado, Rosa ficou irritado e, segundo os policiais, aceitou em um primeiro momento entrar no camburão. Porém, em dado momento, ele atacou os policiais e, segundo a mãe do suspeito, precisou ser contido e recebeu um golpe do pescoço, que deixou Cristian meio desacordado. Na sequência ele foi levado para o quartel do 4º Batalhão.

Porém, ao chegar no quartel, os PMs observaram que o suspeito estava passando mal, com a boca espumando e roxo. Foram então até o Hospital Regional, onde foi constatado a morte. Lá, também foi constatada a embriaguez dele.

Inconformados com a morte, familiares de Cristian foram até a delegacia de polícia registrar boletim de ocorrência.

A Polícia Civil de Ponta Porã foi até o hospital e conversou com o médico que atendeu a vítima. O delegado do caso deve ouvir os familiares. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal para apuração da causa da morte.

O tenente-coronel PM, Carlos Magno da Silva, acompanha o caso na  Polícia Civil de Ponta Porã.

 

Veja também